Brasil

Deputados apresentam propostas para cortar próprios salários em 50% durante pandemia


Também começa a tramitar na Câmara projeto que destina a remuneração dos parlamentares, hoje fixada em R$ 33,7 mil, para o SUS

Foto: Roque de Sá/Agência Senado

25/03/2020 – 15:11:53

Agência Câmara de Notícias

Nos últimos dias deputados apresentaram propostas de reduzir o próprio salário durante a pandemia do coronavírus.

O Projeto de Decreto Legislativo 90/20 fixa o subsídio mensal dos deputados federais e senadores em R$ 16.881,50 durante o período de emergência de saúde pública internacional relacionado ao coronavírus e suas mutações. O texto, que será analisado pela Câmara dos Deputados, revoga o Decreto Legislativo 276/14, que hoje fixa a remuneração dos membros do Congresso Nacional em R$ 33.763,00.

Segundo a proposta, a dotação orçamentária remanescente, decorrente da revogação do decreto, deverá ser, obrigatoriamente, repassada às ações de combate da pandemia do coronavírus.

“A redução de nosso subsídio mensal é medida justa para auxiliar as contas da nação, destinando mais recursos ao enfrentamento dessa doença que vem maculando a economia gravemente e assustando todo o mundo”, justifica o deputado Rodrigo Coelho (PSB-SC), autor da proposta.

Três meses

Já o Projeto de Decreto Legislativo 93/20 altera o Decreto Legislativo 276/14 para reduzir em 50% valor do subsídio mensal dos membros do Congresso Nacional por três meses “em período de restrição à movimentação e contato pelo motivo da pandemia do Covid-19”.

“Precisamos mostrar para o Brasil que somos parte da solução e que vamos enfrentar as consequências das medidas sanitárias unidos à população”, afirma o autor da proposta, deputado Ruy Carneiro (PSDB-PB).

Cota parlamentar

O Projeto de Decreto Legislativo 95/20, por sua vez, determina a redução em 50% da remuneração dos parlamentares durante todo o período de suspensão ou redução das atividades do Congresso Nacional em razão de surtos, epidemias ou pandemias.

Além disso, reduz em 50% o valor total da cota destinada ao exercício da atividade parlamentar no caso de surtos, epidemias ou pandemias. Pelo texto, esse montante será destinado ao Ministério da Saúde para a prevenção, tratamento e controle do fator gerador das doenças.

“Evidente que o Congresso Nacional deve adequar-se e equiparar-se aos demais membros da sociedade e entes do País, adotando medidas de economia e austeridade, especialmente por ocasião do surto pandêmico e da redução das atividades do Congresso Nacional”, diz o deputado Kim Kataguiri (DEM-SP), autor da proposta.

Destinação para o SUS

Já o Projeto de Decreto Legislativo 91/20 autoriza a destinação do salário de R$ 33.763,00 dos parlamentares para o Sistema Único de Saúde (SUS) em caso de pandemia ou declaração de estado de calamidade pública.

“Como representantes do povo, é justo que a verba pública seja destinada aos que precisam dela neste momento, e a população brasileira carece de hospitais com leitos, de profissionais, de produtos e equipamentos”, destaca o autor da proposta, deputado Celso Maldaner (MDB-SC).

Tramitação

As propostas ainda não foram distribuídas às comissões. Se houver acordo, poderão ser analisadas pelo Sistema de Deliberação Remota do Plenário da Câmara.



Receba nossas principais notícias em seu celular.


ENTRAR NO GRUPO

Lembre-se: as regras de privacidade dos grupos são definidos pelo whatsapp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Leia Também

Segue para sanção projeto que autoriza o funcionamento de até 200 Colégios Cívico-Militares no Paraná

Paraná

Segue para sanção projeto que autoriza o funcionamento de até 200 Colégios Cívico-Militares no Paraná

29/09/2020 – 17:21:57 Com informações Dircom Alep A Assembleia Legislativa do Paraná aprovou em redação...

Após pressão popular, vereadores derrubam projeto que aumentaria alcance do ISSQN em Guarapuava

Guarapuava

Após pressão popular, vereadores derrubam projeto que aumentaria alcance do ISSQN em Guarapuava

29/09/2020 – 16:40:19 Redação Na primeira sessão presencial após a quarentena, nesta segunda-feira (29), os...

Paraná autoriza aulas presenciais dos últimos anos de cursos da Saúde

Paraná

Paraná autoriza aulas presenciais dos últimos anos de cursos da Saúde

29/09/2020 – 12:17:34 Com informações da AEN A Secretaria da Saúde do Paraná publicou a Resolução número...

Eleitor poderá justificar ausência nas Eleições Municipais de 2020 por meio do e-Título

Brasil

Eleitor poderá justificar ausência nas Eleições Municipais de 2020 por meio do e-Título

29/09/2020 – 08:35:56 Com informações do TSE Uma nova versão do aplicativo e-Título, que será...

Governo é questionado por deputado pela demora em responder esclarecimentos sobre o pedágio no Paraná

Paraná

Governo é questionado por deputado pela demora em responder esclarecimentos sobre o pedágio no Paraná

28/09/2020 – 21:33:46 Com informações Dircom Alep Há cerca de um ano, a Agepar deu início a um pente-fino nas...

“Não é justo que a população pague por campanhas eleitorais de candidatos e partidos”, diz Christiam Andrade

Guarapuava

“Não é justo que a população pague por campanhas eleitorais de candidatos e partidos”, diz Christiam Andrade

28/09/2020 – 18:52:34 Assessoria “Não é justo que a população pague por campanhas eleitorais de candidatos...