Guarapuava

Câmara vai apreciar parecer do TCE-PR sobre as contas do Executivo Municipal relativas ao exercício financeiro de 2010

Valores haviam sido considerados irregulares em consequência do acúmulo indevido de cargos pelo vice-prefeito da época, Jorge Luiz Massaro. Em 2016, o Tribunal de Contas redefiniu as finanças como regulares, mas com ressalvas

 

Foto: Divulgação/Câmara Municipal

Nesta quinta-feira (21), o Legislativo Municipal realiza, às 11h, a 26ª sessão ordinária do 2º período de 2019. O Plenário aprecia o Projeto de Decreto Legislativo (L) nº 3 de 2019, de autoria da Comissão de Economia, Finanças e Orçamento, atualmente formada pelos vereadores Celso Lara da Costa (CDN), Luiz Juraski (PRB) e Germano Toledo Alves (PR).

O projeto pretende aprovar as contas do Município de Guarapuava, relativas ao exercício financeiro de 2010, conforme o Acórdão de Parecer Prévio N° 356/16, firmado pelo Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR), em 2016.

Considerando que as contas da gestão Fernando Ribas Carli (2010) ainda não foram avaliadas pela Câmara, no último dia 4 de setembro o parecer do TCE-PR foi publicado no Boletim Oficial do Município, com o prazo de 60 dias para as devidas análises dos (as) vereadores (as).

O relator da Comissão, vereador Celso Lara da Costa, registou parecer favorável à aprovação das contas. O texto terá votação única e nominal, necessitando de 2/3 dos votos para ser aprovado.

Acórdão

As contas do Município, no exercício de 2010, na gestão do prefeito Fernando Ribas Carli, foram consideradas irregulares pelo TCE-PR, em consequência do acúmulo indevido de cargos pelo vice-prefeito da época, Jorge Luiz Massaro. O Acórdão de Parecer Prévio 388/14-S1C, determinou a restituição dos valores indevidamente relacionados a Massaro, além da aplicação de multa proporcional ao dano no percentual de 10% a Carli em relação as restituições do então vice-prefeito.

Após um recurso apresentado pela defesa dos ex-gestores, o Tribunal de Contas, por meio do Acórdão de Parecer Prévio N° 356/16, reformou a decisão e julgou as contas do Poder Executivo de Guarapuava regulares com ressalvas. O documento também retira a necessidade de devolução dos valores por parte de Jorge Luiz Massaro e anula a multa destinada a Fernando Ribas Carli.

Votaram, nos termos do acordo, os Conselheiros Nestor Baptista, Artagão de Mattos Leão, Fernando Augusto Mello Guimarães (relator), Jose Durval Mattos do Amaral, Fabio Souza Camargo e o auditor Tiago Alvarez Pedroso. O parecer foi concluído em 8 de dezembro de 2016.

Clique aqui e acesse o Acórdão de Parecer Prévio N° 356/16 do TCE-PR

Clique aqui e confira o Projeto de Decreto Legislativo (L) nº 3 de 2019



Receba nossas principais notícias em seu celular
Participe dos nossos Grupos Oficiais


GRUPO DO WHATSAPP GRUPO DO FACEBOOK

Lembre-se: as regras de privacidade dos grupos são definidos pelo whatsapp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Leia Também

Transição vê indícios de crime eleitoral de Bolsonaro por uso ilegal do CadÚnico

Brasil

Transição vê indícios de crime eleitoral de Bolsonaro por uso ilegal do CadÚnico

02/12/2022 – 13:16:16 Com informações de Agência PT e revisão de redação O Grupo de Trabalho de...

MPPR denuncia autores de assalto a transportadora em Guarapuava

Guarapuava

MPPR denuncia autores de assalto a transportadora em Guarapuava

02/12/2022 – 13:11:16 Com informações de MPPR e revisão de redação O MPPR (Ministério Público do Paraná),...

Dança das cadeiras: Celso Góes faz alteração no primeiro escalão do governo

Guarapuava

Dança das cadeiras: Celso Góes faz alteração no primeiro escalão do governo

02/12/2022 – 13:08:16 Blog do Observador O Prefeito de Guarapuava, Celso Góes (Cidadania) resolveu fechar o mês...

João Napoleão deixa legado com oito anos na presidência da Câmara Municipal

Guarapuava

João Napoleão deixa legado com oito anos na presidência da Câmara Municipal

02/12/2022 – 11:42:04 Redação No fim deste mês, o presidente da Câmara Municipal, João Napoleão (PODE) se...

Afastado e denunciado pelo MPPR, Sidão Oreiko continua na folha de pagamento da Câmara Municipal

Guarapuava

Afastado e denunciado pelo MPPR, Sidão Oreiko continua na folha de pagamento da Câmara Municipal

02/12/2022 – 08:38:38 Redação Mesmo estando afastado de suas atividades na Câmara Municipal desde o início de...

Transição diz que 50% das obras de saneamento estão paradas

Brasil

Transição diz que 50% das obras de saneamento estão paradas

01/12/2022 – 18:39:19 Com informações de Agência Brasil e revisão de redação O senador Randolfe Rodrigues...