Guarapuava

Há oito anos Guarapuava não elege um representante para a Câmara Federal

Cezar Silvestri e Fernando Ribas Carli foram os últimos eleitos pelo município, no entanto, passaram boa parte de seus mandatos longe do Congresso Nacional

Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

12/05/2022 – 11:42:30

Redação

Já se passaram oito anos desde que Guarapuava teve seu último deputado federal eleito. Cezar Silvestri foi eleito por três mandatos consecutivos, de 2003 a 2015, no entanto, pouco tempo passou na Câmara dos Deputados. Durante a legislatura 2007-2011, ele pediu licença do cargo assumir a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano, o mesmo ocorreu na legislatura 2011-2015, quando voltou ao cargo. Reassumiu seu mandato em 15 de dezembro de 2014 e voltou a licenciar-se do mandato, na mesma legislatura, para assumir o cargo de Secretário de Estado da Casa Civil.

Similar ocorreu com seu antecessor, Fernando Ribas Carli, eleito para o mandato 1995-1999. Ele exerceu, durante sua legislatura, o cargo de Secretário Chefe da Casa Civil do Governo do Estado do Paraná, de 3 de fevereiro de 1995 a 3 de abril de 1996. Depois, afastou-se, novamente, do mandato para para tratar de interesses particulares, de 2 de setembro a 5 de outubro, e de 3 a 14 de novembro de 1996.

“Os dois últimos eleitos por Guarapuava como deputado federal, tanto Cezar Silvestri quando Fernando Carli, cometeram um verdadeiro estelionato eleitoral. Mal chegaram a assumir direito um mandato na Câmara Federal e já se afastaram ou renunciaram para assumir cargos nas Secretarias do Estado do Paraná”, criticou o advogado e economista João Nieckars.

Para ele, que anunciou sua pré-candidatura à Câmara Federal este ano, “aquele que vem, pede voto, é eleito através desse voto, e abdica do mandato que o povo lhe conferiu para assumir uma secretaria para se favorecer, comete estelionato eleitoral”.

Antes de Silvestri e Carli, Guarapuava teve como representante em Brasília o auditor Élio Dalla-Vecchia, que cumpriu seu mandato integralmente entre os anos de 1991 e 1995. “Guarapuava, há 30 anos, não tem voz e não tem vez dentro do Congresso Nacional. Porque há mais de 30 anos não elegemos um deputado federal que vá lá e fique, que consiga votar de acordo com os nossos anseios […] nesses anos tivemos inúmeros temas importantíssimos sendo votados e Guarapuava não existiu nessas decisões”, apontou Nieckars.

Com acesso facilitado a todos os Ministérios, e ao próprio Governo Federal, os parlamentares da Câmara dos Deputados são um elo entre a cidade a qual pertencem e recursos federais que podem ser captados para o desenvolvimento do município e região.

“[Nessas eleições] nós precisamos ter vários candidatos [do município] apresentando propostas para que possamos escolher melhor quem poderá ser o nosso representante lá na Câmara Federal. Isso é o que realmente importa para a população. Nós temos que nos perguntar: como esse candidato/a se posiciona sobre os principais problemas do município? Ele/a está a par dos problemas na saúde? Nas taxas de desemprego? Ele/a sabe que Guarapuava está no bolsão da pobreza no Paraná? O que ele/a pensa disso tudo?”, questionou Nieckars.

Com inúmeras pré-candidaturas sendo firmadas no município, há a esperança de que, a partir de 2023, Guarapuava conte com ao menos um representante em Brasília para quebrar o jejum dos últimos oito anos.

“Já quero dizer que nós podemos aproveitar e reformar nossa bancada de deputados estaduais na Alep. Guarapuava tem condições de escolher melhores representantes, de efetivamente renovar a política estadual em relação ao município. O desenvolvimento da nossa cidade, em todas as áreas, precisa dessa rede de representantes, em todas as esferas, para garantir que nosso município tenha voz e receba mais recursos”, finalizou Nieckars.



Receba nossas principais notícias em seu celular
Participe dos nossos Grupos Oficiais


GRUPO DO WHATSAPP GRUPO DO FACEBOOK

Lembre-se: as regras de privacidade dos grupos são definidos pelo whatsapp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Leia Também

Vereadores de Guarapuava aprovam aumento de R$ 1.340,71 em próprio salário

Guarapuava

Vereadores de Guarapuava aprovam aumento de R$ 1.340,71 em próprio salário

24/05/2022 – 18:20:43 Redação Na surdina, a Câmara Municipal aprovou, nas duas votações necessárias para ir...

Vereadores querem aumentar o salário em R$ 1.340,71 em Guarapuava

Guarapuava

Vereadores querem aumentar o salário em R$ 1.340,71 em Guarapuava

24/05/2022 – 16:34:03 Redação O PL 4/2022, protocolado pelos vereadores Celso Costa (CDN) e Gilson da...

Motoristas de transporte e entrega podem ser isentos de taxas de renovação da CNH

Brasil

Motoristas de transporte e entrega podem ser isentos de taxas de renovação da CNH

24/05/2022 – 16:10:26 Com informações de Agência Senado e revisão de redação Projeto de Lei apresentado...

Prazo para registro das federações partidárias vai até a próxima terça-feira (31)

Brasil

Prazo para registro das federações partidárias vai até a próxima terça-feira (31)

24/05/2022 – 14:50:11 Com informações de TRE-PR e revisão de redação Para participar das Eleições 2022, as...

João Nieckars e Dr. Antenor fazem “dobradinha” com parceria nas Eleições 2022

Guarapuava

João Nieckars e Dr. Antenor fazem “dobradinha” com parceria nas Eleições 2022

24/05/2022 – 11:26:45 Redação O advogado e economista João Nieckars, e o médico Antenor Gomes de Lima, ambos...

Professora Terezinha solicita novos carrinhos para operadores ecológicos do município

Guarapuava

Professora Terezinha solicita novos carrinhos para operadores ecológicos do município

24/05/2022 – 08:48:08 Redação Na sessão desta segunda-feira (23), a vereadora Professora Terezinha (PT) fez um...