Search
Close this search box.

“O momento é de real possibilidade de mudança na hegemonia política de Guarapuava”, diz Janaína Naumann

Biomédica é pré-candidata a prefeita pelo partido Republicanos

Foto: Divulgação/Assessoria

24/07/2020 – 10:46:46

Redação

Pela primeira vez, em 200 anos, Guarapuava terá uma representante feminina na corrida pelo Executivo Municipal. A pré-candidata a prefeita pelo PRB, reconhece que o desafio de uma majoritária é grande, mas necessário para estimular a mudança na política guarapuavana.

“Tenho muito orgulho em ser a primeira mulher, nos 200 anos de história de Guarapuava, a ousar quebrar esse paradigma na política local. O momento é de real possibilidade de mudança na hegemonia política de Guarapuava. E esse deve ser o teor do debate nestas eleições”, afirmou Janaína.

A biomédica faz parte de uma pequena parcela de pré-candidatos ao Executivo que são vistos como “pessoas comuns”, ou seja, não contam com o privilégio de um sobrenome político tradicional e nunca ocuparam cargos no Legislativo.

“Há velhos políticos que se dizem a renovação, mas estão com as mesmas propostas de anos atrás. O novo não representa apenas renovar a pessoa, mas sim a maneira, a forma, o estilo de governar e de fazer política. Se nestas eleições não houver essa mudança que a população tanto anseia e aguarda, Guarapuava passará por mais décadas nas mãos da “velha política”, no antigo sistema de ganhar a eleição a qualquer preço e custo, sem realmente se preocupar com a população, que é a principal atingida com os resultados das eleições”, explicou Naumann.

O partido ainda não apresentou a indicação de quem irá compor a majoritária junto à biomédica, não apontando se existem siglas próximas para uma possível aliança na disputa pela Prefeitura Municipal.

Mulheres na política

“A cada eleição, as mulheres estão entendendo mais o seu papel na política. Ainda estamos num período onde elas são apontadas apenas para ocupar a cota de 30%, obrigatória pela Justiça Eleitoral para as composições das chapas de vereadores. Mas isso está mudando e a própria Justiça Eleitoral está de olho nas candidaturas “laranjas”, usadas apenas para preenchimento desta obrigatoriedade. As mulheres cada vez mais estão indo para a disputa das eleições com o objetivo de aumentar a representatividade, em todos os níveis políticos. E isto não é conquista, é direito negado a elas por décadas e que agora está sendo preenchido”

Saúde

“Precisa de um olhar diferenciado. Prédios ajudam, mas não atendem a população com suas enfermidades. Ninguém é feliz ou produtivo quando tem um problema de saúde. Vejo a Educação, tanto para os pais quanto para os profissionais do setor, como um grande desafio. Muitas coisas são decididas em quatro paredes e empurradas para as famílias e para os profissionais”

Transparência

“Guarapuava precisa ser mais transparente, pois ocupamos a vergonhosa 233ª posição no ranking de transparência do Tribunal de Contas. As licitações precisam de maior divulgação e, principalmente, ser transmitidas ao vivo”

Bairros

“Os bairros precisam de saneamento básico e não só pavimentação em período eleitoral. Além disso, os moradores dos bairros precisam de maior atenção, há problemas de iluminação pública, falta de espaços para as famílias terem mais lazer, segurança e programas de desenvolvimento Social”

Empresariado

“Abro um parêntese para dizer que os empresários precisam ser atendidos. Eles querem a desburocratização dos setores da Prefeitura, que hoje atrasam muito o desenvolvimento e o trabalho dos empresários locais. Atrair grandes empresas é importante, mas mais importante é atender o setor que já está no município gerando emprego e renda”

Leia Também