Guarapuava

Pesquisas desenvolvidas pela FAPA garantem ao produtor rural soluções para demandas regionais

A estação Entomologia e Fitopatologia do WinterShow 2019 discutiu as principais doenças e pragas relacionadas aos cereais de inverno

A estação também contava com uma brincadeira de tiro ao alvo para reforçar que o produtor precisa ser acertivo no controle de pragas e doenças. Foto: Amanda Crissi

16:49:39  17/10/2019

Amanda Crissi

A FAPA (Fundação Agrária de Pesquisa Agropecuária) foi criada pela Cooperativa Agrária com o objetivo de produzir e empregar tecnologias que pudessem ajudar seus cooperados a alcançar sempre a melhor produtividade do plantio. Anualmente, no WinterShow, são apresentados os resultados dessas produções científicas que atendem as demandas específicas dos cultivares da região.

“A FAPA acaba sendo um polo difusor de tecnologia, não apenas em cereais de inverno, mas também em culturas de verão. E a pesquisa é extremamente importante nessa área porque a agricultura dinâmica sempre tem mudanças e novas tecnologias sendo agregadas, aparecem também, ano a ano, dificuldades, tanto em termos de clima como de doença, de pragas ou assim por diante. Então a pesquisa é extremamente importante para acompanhar essas questões”, explica Jorge Karl, presidente da Cooperativa Agrária.

O trigo e a cevada, principais cereais de inverno cultivados na nossa região, foram os destaques das estações de palestras simultâneas, onde, além de conferir todo o estudo realizado pelos pesquisadores da fundação, os produtores também podem visualizar os resultados práticos através das testemunhas que são utilizadas durante as pesquisas.

“Neste ano nós estamos com o lançamento de uma nova cultivar de trigo, mais adaptada a região, com características até mais rústicas e com melhor custo de produção. E no caso da cevada nós estamos com uma nova proposta de manejo, porque essa nossa região sofre bastante com o inverno, com as chuvas e ventos, então apresentamos o manejo através de reguladores de crescimento na questão hormonal, que é uma pesquisa inovadora na área”, pontua Márcio Mourão, coordenador da FAPA.

Através das testemunhas os produtores podem conferir o resultado das pesquisas na prática. Foto: Amanda Crissi

Tecnologia a serviço do produtor

Eram quatro as estações que discutiam os resultados das pesquisas científicas realizadas pela FAPA, sendo elas: Trigo, que mostrou o resultado da rotação de culturas a partir do uso de cereais de inverno, bem como a sustentabilidade que o sistema oferece; Cevada, que apresentou uma nova cultivar, a Imperatriz, mais resistente a doenças, além de debater o manejo para uma alta produtividade; Fertilidade do Solo e Herbologia, que analisou os efeitos do gesso no plantio bem como a melhor maneira de manejar plantas daninhas nos cereais de inverno; Entomologia e Fitopatologia que tratou das principais doenças e pragas presentes nas culturas de inverno, assim como a maneira eficaz e correta de combatê-los.

“A gente tem dois tipos de danos com os pulgões, o primeiro pela sucção de seiva e o segundo pela transmissão dessa virose. Essa virose debilita a planta e reduz a produtividade. Então a gente está basicamente abordando o que, qual é a influência do clima entre as diferentes safras sobre essas populações. Então tenho anos mais secos, com temperaturas mais altas e automaticamente eu tenho maiores pressões dessas pragas e claro que o manejo também vai ter que ser diferente nessas condições”, afirma Alfred Stoetzer, pesquisador da área de entomologia da FAPA.

Segundo o professor doutor Dauri José Tessmann, que desenvolveu a pesquisa “Impacto de doenças em cereais de inverno”, “o fato de ter mais ou menos doenças depende de três coisas, primeiro é preciso ter a planta susceptível, segundo precisa ter o patógeno na área ou na região, e terceiro, precisa ter o clima favorável. E o clima é principalmente umidade e temperatura”.

Para auxiliar o produtor rural nessas questões surgiu o Projeto Radar, que há quase 10 anos realiza o monitoramento de culturas através de estações meteorológicas instaladas em propriedades rurais de cooperados. Através da coleta de dados climáticos, o projeto pode prever o surgimento e desenvolvimento de doenças, além de amparar os pesquisadores que podem realizar análises mais completas.

“Esse é justamente o papel da pesquisa, determinar quais são as pragas chaves, compreender a questão de clima, e com essa questão de modelagem, sabendo de todas essas informações, usando as estações meteorológicas que tem distribuídas nas diferentes regiões, antever um problema. Se antecipar falando assim ‘ó a condição climática está favorável então vamos mandar alguns alertas para os produtores para eles tomarem uma decisão antecipada’”, comenta Alfred Stoetzer.



Receba nossas principais notícias em seu celular
Participe dos nossos Grupos Oficiais


GRUPO DO WHATSAPP GRUPO DO FACEBOOK

Lembre-se: as regras de privacidade dos grupos são definidos pelo whatsapp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Leia Também

Povo foi às ruas e reagiu às ameaças autoritárias, comemoram senadores

Brasil

Povo foi às ruas e reagiu às ameaças autoritárias, comemoram senadores

12/08/2022 – 14:15:01 Com informações de PT no Senado e revisão de redação Por todo o país, o povo foi às...

Propaganda eleitoral começa em 16 de agosto e horário gratuito no rádio e TV no dia 26

Brasil

Propaganda eleitoral começa em 16 de agosto e horário gratuito no rádio e TV no dia 26

12/08/2022 – 14:05:38 Com informações de Agência Senado e revisão de redação O mês de agosto marca o...

TSE já recebeu nove registros de candidaturas à Presidência da República

Brasil

TSE já recebeu nove registros de candidaturas à Presidência da República

12/08/2022 – 13:02:55 Com informações de TSE e revisão de redação Até as 12h desta quinta-feira (12), o TSE...

“A economia não está ruim para todo mundo, depende de que lado você está”, avalia João Nieckars

Guarapuava

“A economia não está ruim para todo mundo, depende de que lado você está”, avalia João Nieckars

12/08/2022 – 10:07:03 Redação “Meu dinheiro não dá para mais nada”. Você com certeza já ouviu – ou...

Câmara Municipal vai repassar R$ 500 mil para o hospital Santa Tereza

Guarapuava

Câmara Municipal vai repassar R$ 500 mil para o hospital Santa Tereza

12/08/2022 – 07:56:32 Com informações de Ascom Câmara Municipal e revisão de redação Tendo em vista as...

Cresce número de pessoas com nome social no cadastro eleitoral

Paraná

Cresce número de pessoas com nome social no cadastro eleitoral

11/08/2022 – 19:32:06 Com informações de TRE-PR e revisão de redação O Portal Estatísticas do...