Guarapuava

Por que o Aeroporto de Guarapuava está inoperante?

Anac afirma que a viabilização de voos não aconteceu por falta de uma certificação operacional. A Prefeitura alega que os procedimentos estão dentro do prazo previsto

Foto: Secom

Nesta quarta-feira (7), o Governo do Estado lança o Programa Voe Paraná, no Aeroporto do Bacacheri, em Curitiba, que em uma primeira fase totalizará dez novas rotas. Além da Azul, que já opera voos regionais em outras oito cidades, o programa receberá a adesão da companhia aérea Gol com a empresa de táxi aéreo Two Flex.

A expectativa era de que Guarapuava estivesse entre os novos percursos aéreos, mas a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) ainda não autorizou voos na cidade. O governador, Carlos Massa Ratinho (PSD), afirmou que outras cidades deverão encorpar o Voe Paraná nos próximos meses, desde que haja liberação por parte Anac e também escala de demanda.

Os municípios beneficiados, neste primeiro momento do Programa, serão Paranaguá, Arapongas, Campo Mourão, Francisco Beltrão, Paranavaí, Cianorte, Telêmaco Borba, Cornélio Procópio, União da Vitória e Guaíra. “São linhas aéreas que passam a estimular novos investimentos no setor produtivo, abrem a possibilidade de mais empresas virem para o Estado e fomentam o turismo”, destacou o governador.

Em maio de 2018, a Azul confirmou a inserção de voos comerciais ao Aeroporto Tancredo Thomaz de Faria, em Guarapuava. No entanto, obras de ampliação, adequação do local e falta de certificações da Anac, ainda não permitem que o local seja utilizado.

No dia 4 de dezembro de 2018, o prefeito Cesar Silvestri Filho (PPS) esteve em Brasília, em reunião com o superintendente de Infraestrutura Aeroportuária da Anac, Giovano Palma, com o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Inovação, Sandro Abdanur, e com o vice-presidente de Operações da Phenix Aeroportos, comandante Clairton Hammer.  A Phenix Aeroportos firmou com o Município um termo de doação de consultoria técnica por três anos. Na ocasião, Silvestri Filho anunciou que foi protocolado, junto a Anac, o processo que dava início à vistoria e homologação do Aeroporto e que as obras estavam praticamente concluídas.

O que diz a Anac

Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), por meio da assessoria de imprensa, informou ao iPolítica que para viabilizar voos em Guarapuava, é necessário que o operador do aeródromo (infraestrutura destinada à aterragem, à decolagem e à movimentação de aeronaves) do Aeroporto da cidade obtenha a certificação operacional de Aeroportos e que, até o momento, ele não iniciou o processo de certificação na Anac.

A agência reguladora explica que o processo de certificação é o meio pelo qual é feita uma avaliação da infraestrutura do lado ar do aeródromo e da capacidade do operador de de cumprir os regulamentos técnicos. De acordo com a Anac, a certificação de um aeroporto:

– define as especificações operativas (EO) do aeródromo, ou seja, os tipos de operações aéreas que o aeroporto está autorizado a receber; e

– atesta a capacidade do operador de aeródromo de cumprir os regulamentos técnicos da ANAC relativos à segurança operacional e resposta à emergência aeroportuária, comprovada por meio do Manual de Operações do Aeródromo (MOPS) aprovado pela Anac.

O que diz a Prefeitura

A Prefeitura de Guarapuava, por meio de nota, afirmou ao iPolítica que as obras do Aeroporto de Guarapuava seguem em execução, dentro do prazo previsto. A Prefeitura reiterou também que a certificação da Anac será obtida após a conclusão do projeto, uma vez que é necessário seguir rigorosamente todas as normas. A administração municipal concluiu que dentro dessas perspectivas, a cidade deve ser incluída na rota de empresas aéreas que atendam a demanda comercial da região.

 

Premium WordPress Themes Download
Download Best WordPress Themes Free Download
Download Nulled WordPress Themes
Free Download WordPress Themes
udemy paid course free download
download lenevo firmware
Premium WordPress Themes Download
udemy paid course free download

Leia Também

Faculdade Guairacá oferta primeiro Mestrado Profissional em Promoção da Saúde da região

Geral

Faculdade Guairacá oferta primeiro Mestrado Profissional em Promoção da Saúde da região

Ascom Faculdade Guairacá A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), vinculada ao...

PL prevê assistência psicológica e social na rede municipal de ensino

Guarapuava

PL prevê assistência psicológica e social na rede municipal de ensino

Instituir profissionais para assistência psicológica e social em toda rede municipal de ensino, é a proposta...

Urnas eletrônicas modelo 2020 contarão com certificação da ICP-Brasil

Brasil

Urnas eletrônicas modelo 2020 contarão com certificação da ICP-Brasil

Com informações do TSE A cadeia de segurança da urna eletrônica – sistema que garante que as urnas executem...

Sicredi realiza prestação de contas aos Associados

Geral

Sicredi realiza prestação de contas aos Associados

Dentre os muitos diferenciais competitivos que as cooperativas de crédito oferecem, a Transparência na Gestão é...

Após recesso, 14 matérias são votadas em cinco sessões da Câmara

Guarapuava

Após recesso, 14 matérias são votadas em cinco sessões da Câmara

Nesta segunda-feira (19), a Câmara Municipal vota três Projetos de Lei Ordinária (L) e um Projeto de Lei...

Políticas públicas e proteção aos animais são temas de debates na Alep na próxima semana

Paraná

Políticas públicas e proteção aos animais são temas de debates na Alep na próxima semana

Dircom Alep A próxima semana na Assembleia Legislativa do Paraná será marcada por debates que envolvem a proteção...