Projeto de lei pretende autorizar a instalação de equipamento eliminador de ar na tubulação de água de Guarapuava

Medida tem como objetivo impedir que o ar que passa pelo cano seja calculado na conta mensal de água do consumidor guarapuavano

Foto: sanepar.com

Em Guarapuava é comum ocorrer desligamentos no fornecimento de água, sejam eles decorrentes de manutenções na rede ou pela falta de abastecimento. A consequência desses pequenos intervalos de tempo em que a água não circula pela tubulação é a entrada de ar na rede de distribuição.

“O projeto é de interesse geral, por garantir ao usuário do sistema a possibilidade de exercer seu direito em pagar apenas o que de fato consome, ou seja, a água”, explica o Vereador Professor Serjão (PT), um dos autores do projeto, juntamente com os vereadores Dognei (PDT) e Maria José (PSDB).

De acordo com o texto, a instalação do equipamento fica a cargo do consumidor, exceto em casos de instalações de novos hidrômetros, que deverão ter o eliminador de ar instalado conjuntamente, sem taxas adicionais para o consumidor.

Tanto a instalação do equipamento pelo proprietário, quanto a instalação pela empresa concessionária ou profissional autorizado, deverão ser solicitadas pelo consumidor à empresa concessionária de serviço público de abastecimento de água do município. Após a solicitação, a mesma terá o prazo máximo de 30 dias para realizar a instalação, ou autorizar o proprietário a fazê-la.

Tramitação

O projeto está aguardando o parecer técnico do analista legislativo, do técnico legislativo e do consultor técnico, após isso segue para o parecer das comissões permanentes da Câmara Municipal.

 

Leia Também