Guarapuava

#RT13 – Atendimentos no Centro de Especialidades e Hospital Regional devem começar em 2020?

Já foram investidos mais de R$ 60 milhões de recursos públicos nas duas unidades. A estrutura do HR começou a ser construída em 2015 e ainda não foi concluída. Já o CEP, foi inaugurado, mas está inativo há mais de um ano

Na última edição da Retrospectiva 2019, o iPolítica traz uma linha do tempo do Centro de Especialidades do Paraná (CEO) e Hospital Regional Deputado Bernardi Ribas Carli (Hospital Regional do Centro-Oeste – HR), em Guarapuava. As duas obras já utilizaram mais de R$ 60 milhões de recursos públicos, a estrutura do HR ainda não foi concluída. Já o CEP, foi inaugurado, mas está inativo há mais de um ano.

Centro de Especialidades do Paraná (CEP)

Centro de Especialidades do Paraná, em Guarapuava – Foto: Divulgação

Dezembro de 2018 – O Centro de Especialidades de Guarapuava foi inaugurado em 9 de dezembro de 2018. Entre os presentes na inauguração, estiveram a ex-governadora do Paraná, Cida Borghetti, representantes da Secretaria Estadual de Saúde (Sesa-PR), deputados estaduais, prefeitos e vereadores.

O local teve o investimento estadual de R$ 13 milhões, envolvendo a compra de equipamentos. A estrutura, de 3.112 metros quadrados de área e possui mais de 20 consultórios médicos.

Maio de 2019 – No dia 30 de maio de 2019, uma audiência pública, realizada na Câmara de Vereadores de Guarapuava, discutiu os rumos da unidade, com a presença de Nestor Werner Junior, Diretor Geral da Sesa-PR. O diretor comprometeu-se a agilizar ações para início dos atendimentos, mas nada foi oficializado nesse encontro.

Na época, a administração do CEP estava prevista para acontecer por meio do Consórcio Intergestores de Saúde da 5ª Região, que abrange 20 municípios, com 50%, do valor custeado pelo Governo do Estado e o restante pago pelas prefeituras. No entanto, esse acordo havia sido feito no governo anterior (Cida Borghetti – PP). Já a gestão atual (Ratinho Junior – PSD), não firmou o mesmo compromisso.

Outubro de 2019 – No dia 2 de outubro, uma reunião em Curitiba possibilitou a reformulação do acordo de gestão. A Secretaria de Saúde do Estado aceitou a proposta apresentada por secretários de saúde e prefeitos dos municípios da região de Guarapuava, referente ao funcionamento do consórcio que irá gerir a unidade.

A Sesa-PR e os municípios acordaram com a retirada do Estado do Consórcio, mas com o compromisso da administração estadua repassar R$ 550 mil mensais, de forma a aportar recursos fundamentais para também assegurar o funcionamento efetivo do Centro de Especialidades. Além disso, ficou definido que a administração do CEP e demais despesas serão rateadas entre os 20 municípios da região.

Novembro de 2019 – No dia 11 de novembro de 2019, no prédio do Centro de Especialidades do Paraná, em Guarapuava, o governo estadual oficializou a nova participação em recursos para a gestão da unidade. O secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, confirmou o repasse de R$ 500 mil mensais para o Consórcio Intermunicipal de Saúde da 5ª Regional (CIS). A nova configuração vai permitir que 20 municípios possam, de forma conjugada, oferecer os atendimentos de saúde para a população.

A reunião ainda contou com a aprovação, por unanimidade, da comissão provisória, também formada em novembro, para estabelecimento de alterações no protocolo de intenções, submetido às 20 Câmaras de Vereadores.

Dezembro de 2019 – No dia 18 de dezembro de 2019, a Sesa-PR informou ao iPolítica que o novo Consórcio Intermunicipal está sendo remodelado e a previsão para o início das atividades é para o primeiro semestre de 2020, ainda sem data definida. Também não estão determinadas quantas e quais especialidades serão disponibilizadas.

Hospital Regional (HR)

Hospital Regional do Centro-Oeste – Foto: Jorge Wolff

Setembro de 2015 – No dia 14 de setembro de 2015, o então governador Beto Richa esteve em Guarapuava para marcar o início das obras do Hospital Regional. Já são mais de R$ 50 milhões investidos pelo Governo do Estado na construção do HR, R$ 25 milhões na aquisição de equipamentos e serão pelo menos R$ 6 milhões mensais no custeio do serviço.

A unidade terá 150 leitos de internamentos, 40 deles serão de UTI (Unidade de Terapia Intensiva). O funcionamento deve beneficiar cerca de 500 mil habitantes, entre os municípios da região Central do Paraná.

Setembro de 2017 – Na última semana de setembro de 2017, a Paraná Edificações informou que a unidade se aproximava dos 60% de obras executadas. Na ocasião, a previsão de conclusão do prédio era para o segundo semestre daquele mesmo ano.

Novembro de 2018 – No início de 2018, a PGE-PR (Procuradoria Geral do Estado), identificou problemas no projeto, o que fez com que o andamento construções ficassem travadas. Na primeira semana de novembro de 2018, a Sesa-PR pediu a liberação de um aditivo contratual (investimento adicional ao projeto inicial) que chegou a ser negado pela PGE-PR. Na época, a previsão para entrega do HR era para o final do primeiro semestre de 2019

Maio de 2019 – No dia 30 de maio de 2019, uma audiência pública, realizada na Câmara de Vereadores de Guarapuava, discutiu os rumos da unidade, com a presença de Nestor Werner Junior, Diretor Geral Da Secretaria Estadual e Saúde.

O diretor comprometeu-se a agilizar o andamento das obras, mas não havia estabelecido prazo para a conclusão do projeto. Durante a audiência, a Universidade Estadual do Centro-Oeste – Unicentro, reforçou o interesse em realizar parceria para a gestão. As discussões também cogitaram que a administração fosse planejada em forma de PPP (Parceria Público Privada), mas nada foi oficializado nesse sentido.

Julho de 2019 – Na primeira semana de julho deste ano, a Sesa-PR confirmou que houve a liberação do aditivo contratual pela PGE-PR e a previsão era de 6 a 8 meses para a conclusão das obras.

Já em relação a gestão do Hospital Regional de Guarapuava, a Secretaria relatou que ainda existiam alguns alinhamentos internos no governo para a definição.

Dezembro de 2019 – No dia 18 de dezembro de 2019, a Secretaria de Saúde do Paraná informou ao iPolítica que as construções do HR estão previstas para serem finalizadas até março de 2020. A Sesa-PR não informou a previsão para o início dos atendimentos e afirmou que isso depende da finalização das obras.

Espera

Enquanto as duas unidades de saúde não oferecem os atendimentos, pacientes permanecem sem assistência, ou precisam se deslocar para outras cidades do Paraná em busca de tratamento médico.  Além da população de Guarapuava, CEP e HR devem atender, aproximadamente, 450 mil habitantes entre os municípios de Boa Ventura de São Roque, Campina do Simão, Candói, Cantagalo, Foz do Jordão, Goioxim, Laranjal, Laranjeiras do Sul, Marquinho, Nova Laranjeiras, Palmital, Pinhão, Pitanga, Porto Barreiro, Prudentópolis, Reserva do Iguaçu, Rio Bonito do Iguaçu, Turvo e Virmond.



Receba nossas principais notícias em seu celular.


ENTRAR NO GRUPO

Lembre-se: as regras de privacidade dos grupos são definidos pelo whatsapp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Leia Também

Brasil tem 16,4 milhões de filiados a partidos políticos

Brasil

Brasil tem 16,4 milhões de filiados a partidos políticos

13/07/2020 – 11:30:15 TSE Segundo dados estatísticos disponíveis no Portal do Tribunal Superior Eleitoral...

Paraná se aproxima de mil mortes pelo coronavírus

Paraná

Paraná se aproxima de mil mortes pelo coronavírus

13/07/2020 – 08:44:52 AEN O Paraná soma 40.329 casos e 999 mortos em decorrência da doença. Há ajustes nos...

Promulgada lei que suspende pagamentos do Fies até o fim de 2020

Brasil

Promulgada lei que suspende pagamentos do Fies até o fim de 2020

10/07/2020 – 16:47:42 Agência Senado O Diário Oficial da União publicou nesta sexta-feira (10) a lei...

“Não existe barganha. Existe a governabilidade”, diz presidente da Câmara após rejeição de Emenda que previa a redução de cargos comissionados na Prefeitura Municipal

Guarapuava

“Não existe barganha. Existe a governabilidade”, diz presidente da Câmara após rejeição de Emenda que previa a redução de cargos comissionados na Prefeitura Municipal

10/07/2020 – 16:38:37 Redação No início da sessão, o líder do prefeito na Casa apelou para que a bancada de...

Governo publica MP que libera R$ 3 bilhões para o setor cultural

Brasil

Governo publica MP que libera R$ 3 bilhões para o setor cultural

10/07/2020 – 14:33:24 Agência Brasil O presidente Jair Bolsonaro editou medida provisória (MP) que abre...

Covid-19: TCE-PR apura ilegalidades em contratos de 102 entes municipais

Paraná

Covid-19: TCE-PR apura ilegalidades em contratos de 102 entes municipais

10/07/2020 – 10:09:33 Dircom TCE-PR No segundo balanço realizado desde o início da pandemia, a comissão...