Search
Close this search box.

Segue para sanção do Executivo projeto que autoriza a instalação de equipamento eliminador de ar na tubulação de água em Guarapuava

Texto foi aprovado com unanimidade pela Câmara Municipal na sessão desta terça-feira (19)

Foto: sanepar.com

Autoria dos vereadores Dognei (PDT), Maria José (PSDB) e Professor Serjão (PT), o projeto tem como objetivo garantir ao consumidor a possibilidade de optar pela instalação do equipamento, de maneira a impedir a cobrança do ar que passa pelos canos e é contabilizado juntamente com a água consumida durante o mês.

“É um projeto que atende uma parcela importante da comunidade, principalmente os lugares mais distantes, como o Jardim Aeroporto, o Colibri, o Jardim das Américas. Porque, dado a distância e a altitude da localização geográfica desses bairros, chega muita pressão, principalmente quando há interrupção no sistema. Então interrompe o abastecimento, quando retorna todo ar da tubulação é drenado para essas regiões. Então é uma região da cidade que a gente estima que quem instalar esse aparelho vai ter uma economia mensal entre 30% e 40% na sua conta de água”, explica o Vereador Professor Serjão (PT).

De acordo com o projeto, a instalação do equipamento, em localidades onde já existe um hidrômetro, fica a cargo do consumidor. Entretanto, o texto prevê que os novos hidrômetros deverão ser instalados juntamente com o eliminador de ar, sem taxas adicionais para o usuário.

Para aderir ao dispositivo, é necessário solicitar a instalação junto a empresa concessionária de serviço público de abastecimento de água do município. Após o pedido, a mesma terá o prazo máximo de 30 dias para realizar a instalação, ou autorizar o proprietário a fazê-la.

Leia Também