Search
Close this search box.

Vereadores aprovam projeto que institui programa de fornecimento de absorvente higiênico nas escolas municipais

Proposta também contempla projetos sociais desenvolvidos pelo município

Foto: Freepik

03/06/2020 – 09:18:30

Redação

O PL (Projeto de Lei) 24/2020, de autoria do vereador Jabur do Motocross (PMN), foi aprovado com unanimidade pelos vereadores na sessão virtual da Câmara Municipal desta terça-feira (02).

“Uma aluna muito pobre me relatou que a família não tinha condições de comprar absorvente e ela faltava muita aula por não ter esse produto higiênico. Muitas vezes tendo que usar trapos velhos ou papel higiênico”, explicou o vereador Jabur do Motocross.

De acordo com a justificativa do projeto, a distribuição do absorvente higiênico às estudantes é uma política voltada na saúde da criança e adolescente. Ainda, segundo o texto, estudantes de baixa renda trocariam o item higiênico com menos frequência, além de utilizar substitutos inadequados na falta do absorvente, o que pode causar infecções.

“Nós da Comissão de Saúde e Educação demos parecer favorável ao projeto, entendemos que ele tem o alcance social, ele atende uma necessidade real, principalmente das meninas carentes”, afirmou a vereadora Maria José (PODEMOS).

O autor do projeto também atentou para o fato de que a menstruação de crianças e adolescentes é irregular, podendo chegar em períodos que elas não possuem o item higiênico de prontidão.

“E quando essas situações ocorrem, são os professores que socorrem as estudantes, doando o produto. Ocorre que isto não é obrigação de um professor, e é essa a intenção deste projeto: desincumbir os professores desta tarefa e trazer dignidade às estudantes das escolas municipais” pontuou Jabur do Motocross.

Durante a justificativa de voto, vereadora Professora Terezinha (PT) destacou que este cenário é uma realidade dentro das escolas.

“Revendo a minha prática como professora, realmente é uma necessidade sim que acontece nas escolas. Muitas, da rede estadual, já têm a prática de ter um estoque, ou alguns pacotes de absorvente para oferecer para as meninas quando acontecem de estarem desprevenidas”, explicou a vereadora.

A matéria segue para sanção do Executivo Municipal.

Leia Também