OPINIÃO

Juventude: impactos na falta de perspectivas dos jovens que não trabalham e nem estudam

Foto: Pixabay

24/06/2021 – 14:36:31

Prof. Serjão

Geração nem: nem trabalha, nem estuda.

O nem-nem é preocupante, e o gargalo pode estar na educação.

A Educação, ou a falta dela, pode mudar a vida e o destino de uma maneira drástica. Recentemente, estava lendo a pesquisa da FGV (Fundação Getúlio Vargas), que apontava que, com a Covid-19, houve um recorde da geração “nem-nem” em 2020. Nesse caso, são os jovens que NEM trabalham e NEM estudam.

A falta de perspectiva de futuro, o conforto da casa dos pais, a falta de motivação, o descrédito da classe política e a deficiência do sistema educacional, estão entre os fatores que mais influenciam essa “galera” que já soma 11 milhões de jovens no Brasil.

Mais importante que apontar supostos culpados, é tentar entender o que leva esse contingente de jovens a perder o encantamento pela prosperidade que a vida pode lhes dar.

Nós, da geração X, crescemos na busca do ideal de uma vida melhor, e sob a égide de que seríamos “o futuro da Nação”, ideal este semeado pela geração Baby Boomers, ou simplesmente nossos Pais.

Assim nos comportamos ao longo da vida, e na eminência de completar 45 anos de vida, olho para o passado e concluo que valeu a pena, sim, valeu, e muito.

Mas, há algo de errado no reino dos Millenials e da geração Z, pois na prática, esses adolescentes e jovens-adultos estão transferindo a sua trajetória de prosperidade para um terceiro, seja ele uma empresa ou o próprio governo. O caminho de alguns ainda pode ser assim (como era a regra nas décadas passadas), mas hoje isso não é mais verdade.

O que acontece é que muita gente está sendo empurrada para o empreendedorismo (por necessidade), porém muitas vezes sem a capacitação necessária para isso, esse aprendizado também pode ser relativo a algo que amamos e que possa nos proporcionar boas condições ao longo de nossas vidas.

A inquietante pergunta para a qual ainda não existem respostas permanece:

Como resolver os conflitos da geração “nem-nem” ?

Continua na próxima quinta-feira…


por:

Prof. Serjão

Prof. Serjão

Professor de Geografia

Presidente do PDT Guarapuava

Ver mais colunas

LEIA TAMBÉM

#24JFORABOLSONARO – Guarapuava na rua pelo fim do genocídio

20/07/2021 – 10:57:35 Movimento Fora Bolsonaro Guarapuava No último ato nacional, dia 3 de julho, estivemos nas ruas...

Palavras e frases de efeito e o efeito das palavras e frases

16/07/2021 – 13:04:18 Paulo Syritiuk Que a palavra tem o poder de moldar comportamentos, pensamentos e cosmovisões de...

Juventude: A juventude brasileira e a violência

08/07/2021 – 12:23:56 Prof. Serjão Em mais uma reflexão sobre a geração nem-nem, replicarei um excelente texto da...

Guarapuava nas ruas contra o Governo Bolsonaro. Por quê?

03/07/2021 – 07:57:52 Thiago Oliveira – UJC Bem. Se as mais de 500 mil mortes não forem suficientes, podemos...