Paraná

Assembleia aprova lei que prevê infraestrutura cicloviária em obras do estado do Paraná

O objetivo da medida é fortalecer, incentivar e consolidar a utilização da bicicleta no cotidiano

Foto: SMCS

17/02/2020 – 10:14:00

Dircom Alep

A Assembleia Legislativa do Paraná aprovou, em redação final, o projeto de lei 295/2019, assinado pelos deputados Goura (PDT) e Paulo Litro (PSDB), que altera e revisa os objetivos da Lei estadual nº 18.780/2016, que instituiu a Política de Mobilidade Sustentável no Paraná. Segundo os autores da lei, o objetivo da medida é fortalecer, incentivar e consolidar a utilização da bicicleta no cotidiano. A proposta segue para a sanção, ou veto, do Poder Executivo.

A principal alteração é o acréscimo de dois artigos, 4º e 5º, que preveem a implementação de infraestrutura cicloviária em novas vias urbanas, pontes, viadutos, equipamentos públicos, praças, parques, além de ferrovias, estradas e rodovias concedidas e/ou financiadas com recursos estaduais.

Assim, serão priorizados trechos de rodovias em zonas urbanizadas, vias com grande fluxo de ciclistas e os acessos a equipamentos públicos. Com a aprovação do projeto de lei, também fica prevista a capacitação de gestores públicos e empresas para elaboração e implantação de sistemas cicloviários.

“As construções e reformas de ferrovias, estradas e rodovias concedidas pelo estado também deverão contemplar a ciclomobilidade. Nas rodovias já existentes, deverá ser feito estudo de viabilidade e implantada infraestrutura cicloviárias no prazo de dois anos”, explicou o deputado Goura, um dos autores da lei aprovada.

Segundo ele, todas as obras dependem de estudos de viabilidade. “Mas em acordo com o governo, também está prevista a dispensa de tais obras quando houver interesse público justificado”, informou Goura.

Evitar mortes de ciclistas – “A implantação de infraestrutura cicloviária em trechos urbanos de rodovias, que cortam nossas cidades, será fundamental para a segurança dos ciclistas e evitará inúmeras as fatalidades, com feridos e mortes, como se tem registrado nos últimos anos”, alertou Goura. “O número de ciclistas mortos no trânsito do Paraná voltou a crescer de forma expressiva”, informou.

Segundo o deputado, dados do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde, em 2018, 151 ciclistas morreram no Paraná. “Este é o último ano com dados consolidados. É um crescimento de 54% na comparação com 2017, quando haviam sido registradas 98 mortes. Os números mostram que em 2019, até o mês de agosto, foram registradas 79 mortes de ciclistas no estado.”

Com as alterações, a lei da Política de Mobilidade Sustentável no Paraná se executará nos seguintes termos:

I – medidas que proporcionem mais conforto e segurança aos ciclistas durante os deslocamentos, incluindo a possibilidade de integração do transporte ativo ao sistema de transporte público existente;

II – implementação de infraestrutura cicloviária, como ciclovias, ciclorrotas, ciclofaixas, faixas compartilhadas, cruzamentos rodocicloviários e sinalização específica, bem como de equipamentos de apoio ao ciclista, como paraciclos, bicicletários e pontos de apoio, principalmente nos trechos de rodovias em zonas urbanizadas, nas vias com grande fluxo de ciclistas e nos acessos a equipamentos públicos;

III – promoção de campanhas educativas voltadas à importância da segurança no trânsito e da ciclomobilidade;

IV – orientação e apoio aos municípios na elaboração de planos cicloviários;

V – capacitação de gestores públicos e pessoas jurídicas que atuam no trânsito para elaboração e implantação de sistemas cicloviários.



Receba nossas principais notícias em seu celular
Participe dos nossos Grupos Oficiais


GRUPO DO WHATSAPP GRUPO DO FACEBOOK

Lembre-se: as regras de privacidade dos grupos são definidos pelo whatsapp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Leia Também

Transição vê indícios de crime eleitoral de Bolsonaro por uso ilegal do CadÚnico

Brasil

Transição vê indícios de crime eleitoral de Bolsonaro por uso ilegal do CadÚnico

02/12/2022 – 13:16:16 Com informações de Agência PT e revisão de redação O Grupo de Trabalho de...

MPPR denuncia autores de assalto a transportadora em Guarapuava

Guarapuava

MPPR denuncia autores de assalto a transportadora em Guarapuava

02/12/2022 – 13:11:16 Com informações de MPPR e revisão de redação O MPPR (Ministério Público do Paraná),...

Dança das cadeiras: Celso Góes faz alteração no primeiro escalão do governo

Guarapuava

Dança das cadeiras: Celso Góes faz alteração no primeiro escalão do governo

02/12/2022 – 13:08:16 Blog do Observador O Prefeito de Guarapuava, Celso Góes (Cidadania) resolveu fechar o mês...

João Napoleão deixa legado com oito anos na presidência da Câmara Municipal

Guarapuava

João Napoleão deixa legado com oito anos na presidência da Câmara Municipal

02/12/2022 – 11:42:04 Redação No fim deste mês, o presidente da Câmara Municipal, João Napoleão (PODE) se...

Afastado e denunciado pelo MPPR, Sidão Oreiko continua na folha de pagamento da Câmara Municipal

Guarapuava

Afastado e denunciado pelo MPPR, Sidão Oreiko continua na folha de pagamento da Câmara Municipal

02/12/2022 – 08:38:38 Redação Mesmo estando afastado de suas atividades na Câmara Municipal desde o início de...

Transição diz que 50% das obras de saneamento estão paradas

Brasil

Transição diz que 50% das obras de saneamento estão paradas

01/12/2022 – 18:39:19 Com informações de Agência Brasil e revisão de redação O senador Randolfe Rodrigues...