Search
Close this search box.

Dr. Antenor critica Marco Temporal e pede mais atenção aos povos originários do Brasil

Deputado estadual afirmou que os “donos do nosso país estão sendo empurrados, cada vez mais, para a fome e a miséria” e destacou a necessidade urgente de uma revisão das políticas públicas voltadas para as comunidades indígenas

Foto: Valdir Amaral/Alep

01/06/2023 – 09:42:45

Redação

O deputado estadual Dr. Antenor, representante do Partido dos Trabalhadores (PT), fez duras críticas ao polêmico Marco Temporal das Terras Indígenas durante seu pronunciamento na Alep (Assembleia Legislativa do Paraná) nesta quarta-feira (31). Ele ressaltou a importância de se dar mais atenção aos povos originários do Brasil e afirmou que muitos dos problemas enfrentados no âmbito urbano e fundiário têm origem na legislação vigente.

“Muitos dos problemas que temos, do ponto de vista urbano e fundiário, elas nascem na lei de Terra”, disse Dr. Antenor.

Segundo o parlamentar, ao adotar o Marco Temporal, estamos negligenciando as populações indígenas e desperdiçando uma oportunidade única de valorizar suas histórias e garantir seus direitos. Em suas palavras, “estamos jogando no lixo as nossas populações originárias”.

Durante seu discurso, o deputado estadual também destacou as ações do governador bolsonarista, Tarcísio de Freitas, do estado de São Paulo. Na última terça-feira (30), o governador repreendeu com violência indígenas que protestavam contra o Marco Temporal. Os manifestantes foram alvo de bombas de gás lacrimogêneo e balas de borracha disparadas pela PM (Polícia Militar), gerando indignação e preocupação em relação aos direitos humanos e à proteção das comunidades indígenas.

Dr. Antenor ressaltou que é preciso repensar a abordagem adotada em relação às questões territoriais e reconhecer a gravidade dos conflitos. Ele enfatizou que não se trata apenas de demarcações de terra, mas sim da vida e da sustentabilidade do planeta como um todo.

“É a nossa vida que está em jogo, é a sustentabilidade do planeta, não é apenas a demarcação por si só”, defendeu o parlamentar.

O deputado afirmou que os “donos do nosso país estão sendo empurrados, cada vez mais, para a fome e a miséria” e destacou a necessidade urgente de uma revisão das políticas públicas voltadas para as comunidades indígenas.

Para Dr. Antenor, o debate sobre o Marco Temporal das Terras Indígenas deveria ganhar mais destaque e levar a sociedade a refletir sobre a importância de se respeitar os direitos e a dignidade dos povos originários, garantindo-lhes o reconhecimento de sua história, cultura e territorialidade.

Leia Também