Paraná

“O pedágio corre um sério risco de ser ainda pior e mais caro”, alerta Arilson Chiorato

Deputado destacou que a abertura das cancelas ocorreu em detrimento do fim do contrato, previsto desde 1997, e o uso político é inadmissível, assim como a falta de licitação para serviços essenciais aos usuários, como de guincho

Foto: Divulgação/Assessoria Parlamentar

02/12/2021 – 11:34:26

Com informações de assessoria parlamentar e revisão de redação

O fim do contrato do pedágio esteve na pauta da sessão plenária da Alep (Assembleia Legislativa do Paraná) nesta semana. O deputado estadual Arilson Chiorato (PT) fez questão de destacar que o abertura das cancelas no fim de semana ocorreu em detrimento do fim do contrato, previsto desde 1997, e o uso político é inadmissível, assim como a falta de licitação para serviços essenciais aos usuários, como de guincho. O serviço no momento é prestado pela PM (Polícia Militar), mas somente em casos de acidentes.

Além disso, Chiorato destacou que há um sério risco do pedágio ficar ainda mais caro no paraná após a nova licitação. “Ainda não nos livramos! O pedágio corre um sério risco de ser ainda pior e mais caro”, alertou. Ele embasa a afirmação em dados apresentados na nova proposta, que prevê os valores das tarifas corrigidas pelo IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), que tem projeção de 15,12% no período entre 2021 e 2023, e aumento de 40 % (degrau tarifário) após a entrega das obras.

“Se pensarmos que o desconto sugerido para ir à leilão é de 37% em comparação com atual, já nos anos iniciais, a tarifa ficará mais cara. Recentemente, teve a licitação da Presidente Dutra (BR 116) e a vencedora arrematou com um desconto de 15,31%, ou seja, se esse índice se repetir nas rodovias paranaenses, o povo vai pagar mais caro. Agora, se acrescentarmos as 15 novas praças, como prevê a proposta, o Paraná continuará com o título de pedágio mais caro do mundo”, explicou o parlamentar.

Ainda de acordo com o deputado estadual, como consta em matéria da Gazeta do Povo, publicada no dia 11 de novembro, várias praças terão o preço aumentado, e não reduzido. Um recorte da reportagem diz: “(…) aplicando-se o degrau tarifário, as tarifas bases terão valor superior ao praticado hoje. Na praça de Tibagi, por exemplo, a tarifa base (R$ 10,43) está 19% inferior aos R$ 12,90 cobrados hoje. No entanto, após a conclusão da duplicação do trecho e a aplicação do degrau, a tarifa saltará para R$ 14,51 – 12% mais caro. Situação que se repete em outras quatro praças: Ortigueira, Imbaú, Witmiarsun e Mandaguari”.

“Não podemos permitir um pedágio que sufoque a economia paranaense e seu povo. Queremos um pedágio a preço justo, como ocorre em Santa Catariana e Rio Grande do Sul, com tarifas ente R$ 3 e R$ 4 reais, e que se cumpra as obras previstas em contrato, diferente do que ocorreu nos últimos 24 anos. A uma semana do fim do contrato, descobriu-se que apenas 51% das obras de duplicação foram entregues”, recordou o parlamentar.

Por outro lado, o deputado lembrou que os usuários pagaram R$ 10 bilhões a mais às concessionárias, conforme apontou relatório da própria Agepar. “Mas, agora, não tem serviço de guincho em casos de imprevistos mecânicos. A licitação desse serviço ainda não saiu, sobrecarregando a PM, mesmo o contrato tendo data certa para acabar. Eu mesmo cobrei em mais de uma oportunidade, assim como outros parlamentares. Espero que vidas não sejam colocadas em risco por inanição do Estado”, disse o deputado.



Receba nossas principais notícias em seu celular
Participe dos nossos Grupos Oficiais


GRUPO DO WHATSAPP GRUPO DO FACEBOOK

Lembre-se: as regras de privacidade dos grupos são definidos pelo whatsapp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Leia Também

Saúde reativa quase 500 leitos para pacientes com Covid-19 e H3N2 no Paraná

Paraná

Saúde reativa quase 500 leitos para pacientes com Covid-19 e H3N2 no Paraná

21/01/2022 – 18:35:20 Com informações de AEN e revisão de redação A Sesa (Secretaria Estadual da Saúde)...

CoronaVac é incluída no plano de vacinação para crianças

Brasil

CoronaVac é incluída no plano de vacinação para crianças

21/01/2022 – 15:38:32 Com informações de Agência Brasil e revisão de redação O Ministério da Saúde...

Proposta visa ampliar acessibilidade à Justiça

Brasil

Proposta visa ampliar acessibilidade à Justiça

21/01/2022 – 14:23:28 Com informações de Agência Senado e revisão de redação Está em análise no Senado o...

Justiça suspende posse da chapa vencedora da OAB/PR até suposta fraude por cota racial ser apurada

Geral

Justiça suspende posse da chapa vencedora da OAB/PR até suposta fraude por cota racial ser apurada

21/01/2022 – 11:52:46 Redação Nesta quinta-feira (20), o TRF4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região)...

Mais nove ruas de Guarapuava poderão ter lombadas eletrônicas para controle de velocidade

Guarapuava

Mais nove ruas de Guarapuava poderão ter lombadas eletrônicas para controle de velocidade

21/01/2022 – 08:19:11 Redação Está circulando nas redes sociais uma imagem que, supostamente, detalha locais...

TSE informa que não há discussão sobre passaporte de vacina nas eleições

Brasil

TSE informa que não há discussão sobre passaporte de vacina nas eleições

20/01/2022 – 18:50:59 Com informações de TSE e revisão de redação Em esclarecimento às falsas informações...