Paraná

Paraná terá Política Estadual Pró-Catadores de Recicláveis

Com informações da Alep

Foto: Orlando Kissner/Alep

Os deputados estaduais Luciana Rafagnin (PT), Alexandre Amaro (PRB), Arilson Chiorato (PT), Professor Lemos (PT) e Tadeu Veneri (PT) apresentaram na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) o projeto de lei 535/2019 que institui o Programa Estadual Pró-Catador, a Política Estadual de Incentivo à Cadeia Popular da Reciclagem e o Sistema Estadual de Logística Reversa.

De acordo com a deputada Luciana, uma das articuladoras da proposta junto aos movimentos sociais e organizações que representam os catadores de materiais recicláveis no estado, o objetivo é incluir formalmente na Política Estadual de Resíduos Sólidos a classe dos catadores e catadoras e suas cooperativas e associações, reconhecendo seu importante papel na coleta e reciclagem do lixo, além de promover sua inclusão social e econômica pela dignidade do trabalho.

“É uma lei moderna e abrangente, que coloca o Paraná na vanguarda quando falamos da valorização do trabalho dos catadores e catadoras, promovendo sua inclusão social e econômica, bem como estabelecendo as atribuições do poder público neste processo”, disse. Luciana ressaltou que o projeto de lei promove o reconhecimento da importância dos catadores e catadoras na coleta e tratamento do lixo no Paraná. “O projeto incentiva a inclusão, atribuindo ao poder público a responsabilidade pela promoção da gestão compartilhada do programa de coleta seletiva e do sistema de logística reversa, mediante participação efetiva e a contratação das associações e cooperativas, integrando políticas dirigidas à garantia dos direitos sociais, de saúde, educação e moradia”, completou.

Entre outras medidas, o PL determina que as cooperativas e associações participantes do Programa Estadual Pró-Catador e a Política Estadual de Incentivo à Cadeia Popular da Reciclagem e o Sistema Estadual de Logística Reversa receberão os materiais recicláveis provenientes dos órgãos públicos estaduais, da administração direta, indireta e fundacional, e aqueles resultantes da atividade produtiva dos empreendimentos comerciais, industriais e outros, de acordo com o artigo 58 do Decreto 7404/2010.

Outro ponto importante é que o projeto estabelece aos entes públicos, no âmbito de suas competências, a edição de leis e demais atos normativos com o objetivo de promover incentivos fiscais, financeiros ou creditícios, respeitadas as limitações da Lei Complementar Federal nº 101, de 04 de maio de 2000, para as entidades dedicadas à reutilização, à reciclagem e ao tratamento de resíduos sólidos, bem como para o desenvolvimento de programas voltados para a gestão integrada de resíduos, em parceria com as associações e cooperativas de catadoras e catadores de materiais recicláveis.

Para o deputado Arilson Chiorato, co-autor da proposta, a matéria “é importante para o meio ambiente, para a população, mas principalmente para a consciência de um mundo melhor”. Tadeu Veneri, avalia a iniciativa como sendo um avanço no sentido da defesa do meio ambiente, do respeito às pessoas e às cidades. “Não há por que incinerar algo que pode ser utilizado de forma racional”, disse Veneri. Para o Professor Lemos, trata-se de defender não somente o meio ambiente, como diretamente a saúde da população. “Na minha concepção, não existe lixo. Todo esse material pode ser utilizado para gerar renda. Se tudo se transforma, nada se perde, não precisa queimar e poluir”, concluiu.



Receba nossas principais notícias em seu celular
Participe dos nossos Grupos Oficiais


GRUPO DO WHATSAPP GRUPO DO FACEBOOK

Lembre-se: as regras de privacidade dos grupos são definidos pelo whatsapp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Leia Também

Transição vê indícios de crime eleitoral de Bolsonaro por uso ilegal do CadÚnico

Brasil

Transição vê indícios de crime eleitoral de Bolsonaro por uso ilegal do CadÚnico

02/12/2022 – 13:16:16 Com informações de Agência PT e revisão de redação O Grupo de Trabalho de...

MPPR denuncia autores de assalto a transportadora em Guarapuava

Guarapuava

MPPR denuncia autores de assalto a transportadora em Guarapuava

02/12/2022 – 13:11:16 Com informações de MPPR e revisão de redação O MPPR (Ministério Público do Paraná),...

Dança das cadeiras: Celso Góes faz alteração no primeiro escalão do governo

Guarapuava

Dança das cadeiras: Celso Góes faz alteração no primeiro escalão do governo

02/12/2022 – 13:08:16 Blog do Observador O Prefeito de Guarapuava, Celso Góes (Cidadania) resolveu fechar o mês...

João Napoleão deixa legado com oito anos na presidência da Câmara Municipal

Guarapuava

João Napoleão deixa legado com oito anos na presidência da Câmara Municipal

02/12/2022 – 11:42:04 Redação No fim deste mês, o presidente da Câmara Municipal, João Napoleão (PODE) se...

Afastado e denunciado pelo MPPR, Sidão Oreiko continua na folha de pagamento da Câmara Municipal

Guarapuava

Afastado e denunciado pelo MPPR, Sidão Oreiko continua na folha de pagamento da Câmara Municipal

02/12/2022 – 08:38:38 Redação Mesmo estando afastado de suas atividades na Câmara Municipal desde o início de...

Transição diz que 50% das obras de saneamento estão paradas

Brasil

Transição diz que 50% das obras de saneamento estão paradas

01/12/2022 – 18:39:19 Com informações de Agência Brasil e revisão de redação O senador Randolfe Rodrigues...