Paraná

Paraná ultrapassa 4 milhões de vacinas aplicadas contra o coronavírus

De acordo com o Vacinômetro do SUS, o quantitativo é composto por 2.793.678 primeiras doses e 1.232.380 segundas doses, totalizando 4.026.058

Foto: Divulgação/AEN

08/06/2021 – 10:55:24

Com informações de AEN e revisão de redação

O Paraná ultrapassou nesta terça-feira (08) a marca de 4 milhões de aplicações da vacina contra a Covid-19. De acordo com o Vacinômetro do SUS (Sistema Único de Saúde), o quantitativo é composto por 2.793.678 primeiras doses (D1) e 1.232.380 segundas doses (D2), totalizando 4.026.058.

O painel, vinculado ao Ministério da Saúde, é atualizado com informações contidas na RNDS (Rede Nacional de Dados em Saúde), abastecida pelos municípios.

A ferramenta revela também que o Estado alcançou 57% da imunização do grupo prioritário estabelecido pelo PNI (Plano de Saúde Nacional), do governo federal. Desses, 25% completaram o ciclo vacinal com a aplicação das duas doses. Atualmente, segundo a mais recente atualização da Sesa (Secretaria de Estado da Saúde), do dia 25 de maio, 4.906.706 pessoas são consideradas prioridades no Paraná.

“Estamos avançando dentro da realidade da chegada de vacinas. Mais do que nunca é necessária agilidade na aplicação para que possamos proteger o maior número de pessoas possível. Essa é a estratégia mais eficiente para derrubar os números de casos e mortes no Estado”, destacou o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto. “Mais do que nunca o pedido é para que os municípios vacinem, vacinem e vacinem”.

Ele reforçou que a meta do Governo do Estado é vacinar toda a população com mais de 18 anos até o fim deste ano.

E, como forma de acelerar o processo, a Sesa orientou na semana passada que as cidades em estágio mais avançado da aplicação comecem a vacinar a população em geral, de forma escalonada, sucessiva e decrescente, a partir da faixa etária de 59 e 58 anos. “Vamos gastar todas as vacinas que estão chegando”, disse Beto Preto.

Prioritários

Considerando os números absolutos, foram imunizados com a primeira dose 550.304 pessoas com idade entre 60 e 64 anos; 419.801 entre 65 a 69 anos; 392.214 pessoas com comorbidades; 364.442 trabalhadores da saúde; 307.083 entre 70 a 74 anos; 227.908 com mais de 80 anos; 209.482 entre 75 a 79 anos; e 97.753 trabalhadores da educação do ensino básico. 

O painel aponta, ainda, que 35.688 primeiras doses foram destinadas para vacinar pessoas com mais de 60 anos institucionalizadas; 30.096 para pessoas com doenças permanentes graves; 16.123 para forças de segurança e salvamento; e 13.734 para gestantes e puérperas. Além desses, também há registros de vacinação nos outros grupos prioritários elencados no Plano Estadual de Vacinação contra a Covid-19.

Tipos de vacina

O painel do SUS aponta que a maior parte das doses aplicadas no Paraná é do imunizante Coronavac, produzido pela parceria Instituto Butantan/Sinovac. Já foram ministradas 2.247.848 doses dessa vacina (55,8%). Em segundo lugar aparece a Covishield, da parceria Fiocruz/AstraZeneca/Oxford, com 1.643.398 doses (40,8%). O imunizante Comirnaty, da Pfizer/BioNTech, completa o quadro com 134.698 doses (3,4%).

Municípios

Em números absolutos, ainda segundo a ferramenta do SUS, Curitiba continua sendo a cidade que mais imunizou, com 721.468 aplicações, seguida por Londrina (228.058), Maringá (226.898), São José dos Pinhais (118.191), Cascavel (117.077) e Foz do Iguaçu (98.803). O quantitativo considera as duas doses.

Proporcionalmente ao número de habitantes, contudo, o ranking de vacinação da Secretaria estadual da Saúde revela que os municípios mais adiantados em relação à dosagem inicial são São Jorge D’Oeste (54,25%), Kaloré (49,87%), Paranaguá (44,87%), Maringá (42,72%) e Rio Bom (42,38%).

Maringá (20,78%), São Jorge D’Oeste (20,23%), Capanema (19,30%), Miraselva (19,23%) e Terra Roxa (18,80%) são os destaques na imunização com a segunda aplicação.



Receba nossas principais notícias em seu celular
Participe dos nossos Grupos Oficiais


GRUPO DO WHATSAPP GRUPO DO FACEBOOK

Lembre-se: as regras de privacidade dos grupos são definidos pelo whatsapp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Leia Também

Com 1.033 novos casos de Covid-19 confirmados nos últimos cinco dias, Guarapuava mantém bandeira laranja

Guarapuava

Com 1.033 novos casos de Covid-19 confirmados nos últimos cinco dias, Guarapuava mantém bandeira laranja

11/06/2021 – 19:29:44 Redação Nos últimos cinco dias, Guarapuava apresentou, novamente, alta nos casos de...

CPI da Pandemia começa a investigar defensores da cloroquina

Brasil

CPI da Pandemia começa a investigar defensores da cloroquina

11/06/2021 – 15:05:39 Com informações de AEN e revisão de redação Os entusiastas da cloroquina no...

Em carta, PDT reconhece vitória de Pedro Castillo na eleição presidencial do Peru

Brasil

Em carta, PDT reconhece vitória de Pedro Castillo na eleição presidencial do Peru

11/06/2021 – 12:49:12 Com informações de Ascom PDT e revisão de redação O PDT reconheceu a vitória de Pedro...

Obras de duplicação da BR-277 em Guarapuava iniciam por viaduto e vias marginais

Guarapuava

Obras de duplicação da BR-277 em Guarapuava iniciam por viaduto e vias marginais

11/06/2021 – 09:50:25 Com informações de AEN e revisão de redação Já está na fase de execução de estacas...

Em requerimento, deputadas pedem mudança no nome da Câmara dos Deputados

Brasil

Em requerimento, deputadas pedem mudança no nome da Câmara dos Deputados

11/06/2021 – 08:26:38 Redação As deputadas federais Gleisi Hoffmann (PT) e Érika Kokay (PT), pedem, no...

CPI quebra sigilo de Eduardo Pazuello, Ernesto Araújo e “gabinete paralelo”

Brasil

CPI quebra sigilo de Eduardo Pazuello, Ernesto Araújo e “gabinete paralelo”

10/06/2021 – 18:12:47 Com informações de Agência Senado e revisão de redação A CPI da Pandemia aprovou...