Paraná

Projeto determina que praças de pedágio aceitem pagamento em cartões de débito ou crédito

A iniciativa que determina a aceitação de todas as bandeiras identificadas pelas concessionárias busca evitar o constrangimento dos condutores no Estado

Foto: Luiz Fernando Guerra (PSL). Foto: Dálie Felberg/Alep

31/01/2020 – 07:52:07

Dircom Alep com assessoria parlamentar

As praças de pedágio instaladas nas rodovias do Paraná serão obrigadas a aceitar cartões de débito ou crédito como forma de pagamento. A normativa está prevista no projeto de lei 149/2019, do deputado Luiz Fernando Guerra que foi incorporado ao projeto de lei 869/2015 de autoria do deputado Marcio Pacheco, que tramita na Assembleia Legislativa do Estado com o mesmo tema.

A iniciativa que determina a aceitação de todas as bandeiras identificadas pelas concessionárias busca evitar o constrangimento dos condutores no Estado. “Muitos usuários que transitam pelas rodovias pedagiadas não carregam dinheiro para efetuar o pagamento da tarifa”, afirmou Guerra.

O deputado destaca que essa medida visa garantir mais conforto e tranquilidade a todos os motoristas que trafegam diariamente pelas rodovias estaduais. Somente no deslocamento entre o capital e o interior, por exemplo, são entre cinco e nove pedágios em que o consumidor é obrigado a disponibilizar dinheiro para poder viajar.

O parlamentar ressalta que a maioria dos estabelecimentos comerciais de prestação de serviços já utiliza o pagamento feito por cartões. “É necessário e de extrema importância que as concessionárias de pedágio também disponibilizem essa praticidade em suas praças”, acrescentou, lembrando que hoje as empresas somente aceitam o pagamento em dinheiro.

O deputado Luiz Fernando Guerra aponta que o pagamento por meio de cartão ainda garante segurança nos pedágios, uma vez que diminuirá a circulação de dinheiro em espécie. “Os assaltos nas estradas são relatados frequentemente. O pagamento com cartão garantirá ao funcionário operador do guichê e ao próprio motorista maior segurança.

A proposta determina ainda a instalação de placas de sinalização indicativas da possibilidade de pagar com cartão de débito ou crédito a 700 metros da praça de pedágio, para orientação dos usuários das rodovias. A recusa ao recebimento, segundo a normativa, faculta o passe livre por parte do condutor e seu veículo. Também fica proibida a diferença de preços entre uma e outra forma de pagamento.

O projeto também prevê que à critério das concessionárias poderão ser disponibilizados guichês específicos e identificados para o pagamento.

A proposta tramita nas Comissões permanentes da Assembleia. Somente após a análise das Comissões é que a proposta segue ao plenário para votação.

Estudo – O deputado Guerra destaca ainda uma pesquisa realizada pelo instituto Datafolha que identificou que 76% da população brasileira possui algum meio eletrônico de pagamento.  O levantamento feito com base em informações da Associação Brasileira de Empresas de Cartões de Crédito, ainda informa que o Brasil é o terceiro maior emissor mundial de cartões.

“A ampliação das formas de pagamento será benéfica a todos. O empresário ganhará em segurança com a redução de dinheiro em espécie nas praças e facilitará o acesso do consumidor a seus serviços, estimulando a demanda. O usuário da rodovia poderá se livrar do incômodo de levar e manusear dinheiro em espécie. Resumindo, fica bom para todos”, defendeu o deputado Luiz Fernando Guerra.

Obras – O deputado Luiz Fernando Guerra (PSL) também é o autor do projeto de lei nº 345/2019, que proíbe o aumento da tarifa dos pedágios enquanto o cronograma de obras estiver atrasado e não for cumprido, e as melhorias não forem concluídas.



Receba nossas principais notícias em seu celular
Participe dos nossos Grupos Oficiais


GRUPO DO WHATSAPP GRUPO DO FACEBOOK

Lembre-se: as regras de privacidade dos grupos são definidos pelo whatsapp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Leia Também

Gabinete de Transição instala Conselho de Participação Social

Brasil

Gabinete de Transição instala Conselho de Participação Social

30/11/2022 – 17:59:01 Com informações de Agência PT e revisão de redação A Coordenadora de Articulação...

Senado aprova regulamentação da telessaúde no Brasil

Brasil

Senado aprova regulamentação da telessaúde no Brasil

30/11/2022 – 14:59:15 Com informações de Agência Brasil e revisão de redação O Senado aprovou nesta...

Prefeitura de Guarapuava divulga ensalamento do PSS para estagiários

Guarapuava

Prefeitura de Guarapuava divulga ensalamento do PSS para estagiários

30/11/2022 – 12:17:13 Com informações de Secom Prefeitura de Guarapuava e revisão de redação A prefeitura de...

Lei Orçamentária Anual já recebeu 22 emendas de vereadoras e vereadores

Guarapuava

Lei Orçamentária Anual já recebeu 22 emendas de vereadoras e vereadores

30/11/2022 – 11:04:51 Redação A LOA (Lei Orçamentária Anual), lei que estabelece como será empregado o...

MPPR cobra instauração de procedimento para cassar mandato de Celso Costa

Guarapuava

MPPR cobra instauração de procedimento para cassar mandato de Celso Costa

30/11/2022 – 08:54:01 Redação O MPPR (Ministério Público do Paraná), em ofício enviado à Câmara Municipal...

Deslizamento de terra na BR-376 soterra carros e caminhões

Paraná

Deslizamento de terra na BR-376 soterra carros e caminhões

29/11/2022 – 18:24:13 Com informações de Agência Brasil e revisão de redação Um deslizamento de terra na...